Revista Movimento lança chamadas para dossiês sobre Audioisual

A revista Movimento está recebendo contribuições para suas duas próximas edições com um dossiê sobre Serialidades Audiovisuais, a ser publicado no número 15, e outro sobre Audiovisual e Animismo, que estará no número 16 do periódico.

O periódico está recebendo contribuições para o dossiê sobre Serialidades Audiovisuais até o dia 10 de junho de 2020. Já os interessados em publicar seus artigos no dossiê sobre Audiovisual e Animismo devem enviar seus textos até o dia 4 de setembro de 2020.

São aceitos textos escritos por pós-graduandos (mestrandos, doutorandos e pós-doutorandos), e pós-graduados recém-titulados (mestres, doutores e pós-doutores), de autoria coletiva ou individual. A Revista Movimento aceita contribuições nas seguintes seções: dossiê temático, artigos, poéticas, ensaio, tradução, entrevista, resenha e documento.

A revista Movimento é editada por pós-graduandos do Programa de Pós-Graduação em Meios e Processos Audiovisuais da ECA/USP (PPGMPA/USP). Os autores interessados em publicar para algum dos dois dossiês devem enviar seus textos exclusivamente para o e-mail movimento@usp.br.

De acordo com a chamada de trabalhos, disponível aqui, para o Dossiê “Serialidades Audiovisuais”, “[M]esmo com a importante presença de programas de variedades e de vaudeville no dial televisivo, as séries (…) terão presença central no desenvolvimento e popularização do meio televisivo. E, no atual momento de grande discussão sobre as mudanças na televisão e o crescimento das plataformas de streaming online, são seriados que ocupam o lugar central de objeto de análise.”

O periódico espera receber “publicações inéditas que discutam o papel da serialidade nas mais diversas mídias”. Dessa forma, “valem discussões sobre o papel da serialidade no cinema, na televisão, no streaming e no videogame, tanto ontem como hoje”.

Já a chamada de trabalhos para o tema Audiovisual e Animismo, disponível aqui, procura estudar o caráter animista presente em determinadas narrativas do audiovisual, pois “desde o início da possibilidade de geração da imagem em movimento, no fim do século XIX, a capacidade desta nova tecnologia de animar o que antes era inanimado encanta e assombra público e realizadores”.

“Este dossiê busca, portanto, integrar-se aos estudos contemporâneos que promovem a reflexão intertextual do audiovisual a partir das mais diversas consequências que seu carácter animista possui e promove”.

Os textos enviados para a revista devem seguir as diretrizes para autores determinadas pelo periódico e disponíveis aqui.

Posted in Uncategorized and tagged , , .