Revista Trama recebe artigos sobre Gênero e Indústria Criativa

A “TRAMA: Indústria Criativa em Revista”está recebendo, até o dia 20 de maio de 2018, artigos para o Dossiê “Gênero e Indústria Criativa: produção, representação e consumo”. O Dossiê será publicado em julho de 2018.

A revista também aceita contribuições para a seção de Artes e Imagens, em que são publicados trabalhos cujo conteúdo consista em fotos e vídeos, GIFs, animações, etc. que preferencialmente, mas não necessariamente, tenham relação com a discussão proposta pelo Dossiê.

As sessões de Entrevistas, de Resenhas e de Temas Livres recebem contribuições em fluxo contínuo.

A chamada de trabalhos segue abaixo:

Atualmente os debates sobre lugares de fala ampliam delimitações sobre os campos de atuação de diferentes manifestações artísticas (como arte feminina ou cinema LGBTQ+), colocando em cena questões sobre representação, autoria, subjetividades, afetos, percepções, produção e consumo de bens culturais, na esfera da economia criativa. Em seus deslocamentos esses debates provocam invenções de imagens que se apresentam como territórios de embate entre ética e estética para o pensamento, configurando-se assim como desafios para os campos da arte e da comunicação. Empoderamentos, sororidades, cultura trans, “pussy hat”, “mansplaining”, misoginia, entre outros, são conceitos que se impõem ao vocabulário atual e que demandam atenção para os estudos contemporâneos; são expressões que complexificam as relações sociais e que perpassam as áreas de representação, de produção e de consumo da chamada indústria criativa como as atividades de publicidade, jornalismo, desenvolvimento de games, design, arquitetura e urbanismo, moda, além de cinema e das artes em geral.

Nesse sentido, o dossiê visa contribuir para reflexões sobre as transformações dos lugares anteriormente institucionalizados como centralizados e únicos, compreendendo-os em sua diversidade e complexidade. Espera-se receber reflexões que promovam interações entre arte e vida, indagações sobre representatividade e experiências que desafiem os saberes acadêmicos na contemporaneidade.

Mais informações sobre as normas de publicação e envio dos textos podem ser encontradas aqui

Estão Abertas as Inscrições para a Intercom 2018

Estão abertas, até o dia 10 de julho, as inscrições para o 41o Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom). Os interessados em submeter trabalhos devem pagar a taxa de inscrição até o dia 6 de julho. Os aceites dos trabalhos serão divulgados até o dia 31 de julho de 2018. O evento conta com um Grupo de Trabalho em Economia Política da Informação, Comunicação e Cultura.

O evento vai acontecer na Universidade da Região de Joinville (Univille), na cidade de Joinville, Santa Catarina, entre os dia 2 e 8 de setembro. O tema do congresso esse ano será “Desigualdades, Gênero e Comunicação”.

A chamada de trabalhos pode ser encontrada aqui

O calendário de inscrição e submissão de trabalhos pode ser acessado aqui

As normas estão disponíveis aqui

O evento conta com um Grupo de Pesquisa em Economia Política da Informação, Comunicação e Cultura.

Ementa do GP:

A centralidade econômica e política que a informação, comunicação e cultura ganharam no processo de valorização capitalista tem colocado novos desafios políticos e epistemológicos aos agentes sociais que lutam por uma sociedade mais democrática e inclusiva. Acreditando que a apreensão e análise dos fenômenos comunicacionais e culturais contemporâneos ultrapassam os claustros disciplinares tradicionais e que até mesmo as decisões econômicas só podem ser compreendidas a partir de uma abordagem interdisciplinar e heterodoxa, a Economia Política da Comunicação e da Cultura (EPC) se constitui, metodologicamente, como um instrumento capaz de pôr em interação diversos campos disciplinares como a Economia, a Comunicação, a Ciência da Informação, a Sociologia, a Ciência Política, a Filosofia e os Estudos Culturais Críticos.

Este GP propõe ser um fórum de debate e reflexão entre os investigadores e profissionais destes campos disciplinares no sentido de formar matéria crítica necessária à apreensão e análise de tais fenômenos, tais como as políticas de comunicação, de cultura e de informação, a transversalidade da cultura e da comunicação, a convergência tecnológica e a digitalização dos meios eletrônicos, a expansão e novas configurações das indústrias culturais e criativas, a privatização do conhecimento, o desenvolvimento de todas as formas de capital intangível, as culturas digitais, as questões éticas e políticas da informação e demais temas que têm emergido ao longo dos últimos anos.

Palavras-chave:
Comunicação, Informação, Cultura; Economia política da comunicação e da cultura; políticas de comunicação, de informação e de cultura; capitalismo, democratização da sociedade e novos mundos possíveis.

Coordenadora
Profa. Dra. Anita Simis (anitasimis@gmail.com)

Intervozes Realiza Seminário sobre Monopólios Digitais

 

O Intervozes, Coletivo Brasil de Comunicação, realiza, na próxima quinta-feira (10/05), o “Seminário Monopólios Digitais: Concentração e Diversidade na Internet”. O evento acontece das 13h30 às 19h30 na sede do Sindicato dos Engenheiros do Estado de São Paulo, localizado na Rua Genebra, 25.

Durante, o evento será apresentada a pesquisa que deu origem ao site Monopólios Digitais (aqui), que entrará no ar na próxima quinta-feira. O estudo realizado pelo Intervozes partiu da análise dos aplicativos mais baixados, sites mais acessados, páginas de Facebook mais seguidas e canais de Youtube mais populares do país.

O seminário contará com a presença de especialistas e produtores de conteúdo para debater o cenário da Internet brasileira e o seu impacto na pluralidade de vozes presentes no debate público.

O seminário será organizado em 3 mesas:

13h30 – Monopólios digitais em uma Internet em mutação
– Jonas Valente – integrante do Intervozes e um dos autores da pesquisa
– Sérgio Amadeu – Integrante do Comitê Gestor da Internet no Brasil e professor da UFABC
– Raíssa Galvão – integrante da Mídia Ninja

15h30 – Impactos da concentração na liberdade de expressão
– Leonardo Sakamoto – jornalista e blogueiro
– Natália Néris – pesquisadora do InternetLab
– Renata Mielli – Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação

17h30 – Concentração e concorrência na Internet no Brasil
– Marina Pita – integrante do Intervozes e uma das autoras da pesquisa
– Vinícius Marques de Carvalho – ex-presidente do Cade
– João Brant – Observatório Latinoamericano de Regulación, Medios y Convergencia

Inscrições e mais informações aqui

Ou na página do evento no facebook neste link

 

Editora da Universidade de Westiminster disponibiliza download gratuito de obra sobre Big Data e Ética

A Editora da Universidade de Westminster disponibiliza aqui o download gratuito do livro “The Big Data Agenda: Data Ethics and Critical Data Studies” de autoria de Annika Richterich. O livro faz parte da Coleção Critical, Digital and Social Media Studies Series

O livro chama atenção para o fato de que a capacidade de coletar, analisar e utilizar vastas quantidades de dados (de usuários) levanta questões éticas significantes. Annika Richterich fornece uma visão geral contemporânea do campo dos estudos críticos acerca do uso de dados que reflete sobre as práticas de coleta e análise de dados digitais.

O livro avalia em detalhe uma grande área da pesquisa sobre big data: estudos biomédicos, focados na vigilância epidemiológica. Estudos de caso específicos exploram como Big Data foi utilizado em trabalhos acadêmicos.

A autora considera que o uso de Big Data em pesquisas precisa ser considerado a partir da ética e da justiça social. Fazendo uso da ética do discurso e de estudos críticos sobre dados, Richterich argumenta que intersecções entre pesquisas acadêmicas que usam Big Data e corporações de Internet e Tecnologia têm emergido.

Em Consequência, são necessárias mais oportunidades para discutir e negociar práticas de uso de dados e suas implicações em valores compartilhados socialmente.

Uma versão eletrônica deste livro está disponível para download grátis aqui graças ao apoio de bibliotecas que trabalham com Kwowledge Unlatched (KU). KU é uma iniciativa colaborativa pensada para tornar aberto ao público o acesso a livros de alta qualidade.

O programa de acesso aberto pode ser acessado neste link.

Sumário:

1. Introduction
2. Examining (Big) Data Practices and Ethics
3. Big Data: Ethical Debates
4. Big Data in Biomedical Research
5. Big Data-Driven Health Surveillance
6. Emerging (Inter-)Dependencies and their Implications

O livro está disponível nas versões epub, mobi e PDF neste link.

Evento discute a relação entre Tecnologias e o Sagrado

A Faculdade Paulus de Comunicação (FAPCOM) e o Grupo de Pesquisa de Filosofia e Comunicação da USP (Filocom/USP) promovem na próxima quinta-feira (26/04), a partir das 14h, a sexta edição do evento Poros da Comunicação.

O evento terá como tema “Tecnologias e o Sagrado: Um Novo Obscurantismo?”, e terá transmissão online no Canal da Fapcom no Youtube que pode ser acessado aqui.

O debate contará com Ciro Marcondes Filho (ECA-USP/Filocom), Carlos Eduardo Souza Aguiar (FAPCOM), Marcela Schneider Faria (FAPCOM), Wilson Roberto Vieira Ferreira (Universidade Anhembi Morumbi) e Jorge Miklos (PUC-SP/CISC)

PPG em Linguagens e Mídia da PUC-Campinas abre chamada para evento sobre Redes Digitais e Culturas Ativistas

A chamada de trabalhos para a segunda edição do evento “Redes Digitais e Culturas Ativistas” está aberta até o dia 14 de maio de 2018. O encontro acontecerá durante o dia todo no dia 06 de junho de 2017 no Centro de Linguagem e Comunicação, no campus I da Pontifícia Universidade Católica de Campinas.

Os resumos devem conter título em negrito; o nome do(s) autor(es), assim como sua formação principal e filiação. Os trabalhos devem apresentar entre 300 e 500 palavras, fonte Times New Roman 12, alinhamento justificado e parágrafo simples; apresentar de três a cinco palavras-chave; e ser encaminhado até o dia 14/05 para o GT de interesse por meio da plataforma EasyChair neste link.

Os trabalhos que forem aceitos e apresentados durante o evento serão publicados em um caderno de resumos. O evento aceita trabalhos de docentes e pesquisadores, em nível de graduação e pós-graduação, que relatem suas pesquisas e/ou experiências voltadas a causas ativistas e a forma como são articuladas a partir de sua relação com as mídias, as artes e as tecnologias.

A programação conta com duas mesas de debate, exposição artística e apresentação de trabalhos. As temáticas estão divididas em cinco eixos organizados nose seguintes GTs (grupos de trabalho): Ativismo; Ativismo midiático; Cidade e Urbanismo; Culturas Ativistas e; Identidade e Minorias. O encontro é promovido pelo PPG em Linguagens Mídia e Arte da PUC-Campinas.

UFOB recebe resumos para seu I Congresso de Comunicação e Arte

Está aberta, até o próximo dia 04 de maio, a chamada de trabalhos para o Afluentes – I Congresso de Comunicação e Arte da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB). O evento acontecerá no Centro Multidisciplinar de Santa Maria da Vitória entre os dias 6 e 8 de junho. O Congresso terá entrada gratuita e aberta ao público (estudantes, pesquisadores e sociedade civil).

Mestrandos, mestres, doutorandos e doutores, e Estudantes de graduação em coautoria com professor orientador podem enviar resumo para o e-mail afluentes.congresso@ufob.edu.br No campo assunto, é preciso escrever a palavra Resumo.

Os textos serão submetidos à Comissão Científica do congresso, que observará os critérios metodológicos de um resumo científico e a aderência à temática do evento, Intervenções políticas. O resultado do aceite será publicado até o dia 11/5, ocasião em que será divulgado o template para submissão do artigo na versão final.

O objetivo do evento é fomentar a reflexão no campo teórico das artes e da comunicação e suas interfaces com a política e as práticas sociais. O tema do encontro é “Intervenções políticas”,e contará com programação multidisciplinar, diversificada e científica

Fake news, planejamento de campanha, pesquisa e direito eleitoral, a imprensa no impeachment de Dilma Rousseff e a democracia no Brasil, o gênero na política serão alguns dos assuntos abordados.

Debates sobre as estratégias dos discursos políticos e publicitários, a formação do professor no contexto da escola sem partido, encarceramento de massa, marketing político e as eleições no Oeste e o universo audiovisual na produção eleitoral também terá espaço no Congresso.

O evento contará com palestras, minicursos, painéis, apresentações culturais e exposição de pôsteres científicos.

O Congresso é promovido pelos professores dos cursos de Artes Visuais e Publicidade e Propaganda do Centro Multidisciplinar de SaMaVi, em parceria com as pró-reitorias de Extensão e Cultura (Proec); Graduação e Ações Afirmativas (Prograf); Pós-Graduação, Pesquisa e Inovação (PROPGPI); Tecnologia, Informação e Comunicação (Protic); Planejamento e Desenvolvimento Institucional (Proplan); e Administração e Infraestrutura (Proadi).

Acesse a Chamada de Trabalhos (Call For Papers) aqui

Os anexos, modelo/template de resumo estão disponíveis aqui

Mais informações nesse link

Revista Paulus recebe artigos sobre “Comunicação, Política e Religião”

A Revista Paulus está recebendo artigos para o dossiê “ Comunicação, política e religião” até o dia 20 de maio de 2018.

O periódico é uma publicação semestral que se propõe ser um espaço de discussão acadêmica e crítica nas áreas da Comunicação, Filosofia e Tecnologia, e está ligada à Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação (FAPCOM).

A titulação mínima exigida para publicação na Revista Paulus é a de Doutor. Para submeter artigos, os autores devem enviar o trabalho neste link. Enquanto, As normas do periódico estão disponíveis aqui.

Revista “Nós” recebe trabalhos para Dossiê “Raça e (de) colonialidade na Cultura, na Comunicação e nas Artes”

A Revista Nós convida autores a enviar trabalhos para o Dossiê “Raça e (de) colonialidade na Cultura, na Comunicação e nas Artes”. Os interessados devem um resumo de até 300 palavras, seguidos de uma curta biografia de até 50 palavras até o próximo dia 1 de julho.

Os resumos devem ser enviados para o e-mail as editoras convidadas do Dossiê: Ana Lúcia Nunes de Sousa (anabetune@gmail.com) e Karo Moret (karo.moret@upf.edu). A notificação de aceitação será enviada até o dia 30 de julho de 2018. Os autores cujos trabalhos forem aceitos devem entregar os textos completos até o dia 30 de outubro. A previsão para publicação do Dossiê é Abril de 2019.

A revista Nós convida, especialmente, autores vinculados à Abya-Ayla e/ou à diáspora africana e aqueles que tenham pesquisas nessa área. O objetivo do Dossiê é analisar as consequências do legado colonial no território de Abya-Ayla e/ou nos territórios da diáspora africana e como esse legado continua a moldar e influenciar a cultura contemporânea.

São bem-vindos autores que apresentem textos como pedagogias que exerçam uma dinâmica descolonizadora, nos quais a categoria “raça” interpele transversalmente a academia, seus membros e a sociedade em relação a ideologias, estética e suas manifestações culturais e globais.

Espera-se também trabalhos originários de projetos interdisciplinares da área de estudos culturais, como dança, pintura, literatura, performance, comunicação e jornalismo, cinema, artes visuais, música, comissariado, publicação, gestão da arte e história.

O dossiê se propõe a avaliar o campo dos estudos da raça, diáspora e género/pensamento feminista racializado dentro da cultura, sua produção e os estudos culturais. Artistas e acadêmicos cujo trabalho incida sobre questões raciais, diaspóricas, de descolonização do currículo e dos conteúdos de estudo, representação, autoria estão convidados a enviar suas contribuições.

Mais informações aqui

Entidades de Pesquisa em Comunicação lançam Carta Aberta sobre a Situação Política do Brasil

Entidades de pesquisa em comunicação, representadas por seus respectivos presidentes, lançaram uma carta aberta à Comunidade Acadêmica Internacional acerca da situação política no Brasil que vem se deteriorando desde o impeachment da presidenta Dilma e da posse do Presidente Temer em 2016.

O documento faz um apanhado da conjuntura brasileira citando, entre outros acontecimentos, o Assassinato da vereadora da cidade do Rio de Janeiro Marielle Franco (PSOL-RJ) e os congelamentos dos gastos públicos por 20 anos, o que prejudica os investimentos em saúde e educação, e suas conquências para a educação superior e a pesquisa acadêmica no Brasil.

A carta (em inglês) pode ser lida aqui

O documento é assinado por:

Alessandra Meleiro – Professora do Fórum Brasileiro para o Ensino de Estudos de Cinema e Audiovisual (FORCINE)
Ana Regina Rego – Presidente da Associação Brasileira de Pesquisadores de História da Mídia (ALCAR)
Cesar Bolaño – Presidente da União Latina da Economia Política da Informação, Comunicação e Cultura, Capítulo Brasil (ULEPICC-Br)
Giovandro Ferreira – Presidente da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares em Comunicação (INTERCOM)
Ismar de Oliveira Soares – Presidente da Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais em Educomunicação (ABPEducom)
Marcelo Bronosky – Presidente da Associação Brasileira de Ensino de Jornalismo (ABEJ/FNPJ)
Monica Martinez – Presidente da Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor)
Ruy Sardinha Lopes – Presidente da Federação Brasileira de Associações Brasileira de Associações Acadêmicas e Científicas em Comunicação (SOCICOM)
Sebastião Squirra – Presidente da Associação Brasileira de Pesquisadores em Cibercultura
(ABCiber)