Revista Internacional de Comunicación y Desarollo abre chamadas de artigos para o Dossiê “Comunicación, Cooperación Internacional e Cooperación Cultural”

 

A Revista Internacional de Comunicación y Desarrollo da Universidade de Santiago abriu chamada de artigos para o Dossiê “Comunicación, Cooperación Internacional e Cooperación Cultural” a ser publicado em sua edição de número 10.

Os temas preferenciais são (1) a Comunicação de Cooperação Cultural e (2) A Cooperação Internacional na Comunicação. A data limite para recebimento dos artigos é 15 de abril de 2019.

Diretrizes para autores

Os trabalhos devem ser inéditos, e não estarem em processo de avaliação em nenhuma outra publicação. Ao enviar um artigo para a revisão, o autor se comprometem a não enviá-lo a outra publicação até que não se obtenha a resolução do Conselho Editorial.

As colaborações devem seguir o seguinte formato:

– Arquivos no formato .rtt, compatível com Word (.doc, .docx) ou Open Office (odt)
– Página tamanho A4
– Fonte Times New Roman, tamanho 12.
– Entrelinhas 1,5
– Número de Caracteres: 25.000 a 75.000 caracteres, incluindo os espaços.

Os artigos devem ser normalizados segundo a VI edição de normas da American Psychological Association (APA)

As línguas da Revista são Galego, Português e Inglês.

Acesse o site da revista aqui

Normas para Autores Completas aqui

Chamada de Trabalhos para “PráxisJor” está aberta até o dia 7 de agosto

Está aberta até o dia 7 de agosto a chamada de trabalhos para a segunda edição do “PráxisJor – Seminário Internacional Pensar e Fazer Jornalismo”, que acontecerá de 19 a 21 de setembro. O evento, realizado pela Universidade Federal do Ceará em parceria com outras sete instituições acadêmicas do País, ocorre em Fortaleza e tem como tema “Identidade(s) Jornalística(s)”.

Os trabalhos poderão ser apresentados em cinco Grupos de trabalho: “Jornalismo e Trabalho”, “Jornalismo e Gestão”, “Jornalismo e Narrativas”, “Jornalismo e Ética” e “Jornalismo e Formação”. O resultado da avaliação será divulgado no dia 21 de agosto. Os trabalhos completos devem ser enviados de 22 de agosto a 10 de setembro.

Poderão ser apresentadas pesquisas finalizadas ou em andamento. Os resumos estendidos, com mínimo de 4 mil caracteres e máximo de 5 mil, devem ser inéditos e conter o problema e o objeto de pesquisa, autores e referencial teórico utilizado, metodologia e delimitação do corpus. Além disso, devem constar as referências utilizadas e resultados preliminares. O texto deve ser encaminhado para o e-mail do evento (praxisjor.ufc@gmail.com), indicando no assunto do email em qual GT o texto será apresentado.

A ideia é promover um intercâmbio de saberes entre profissionais e pesquisadores. Nesse sentido, serão aceitos resumos de trabalhos assinados por professores e/ou pesquisadores, profissionais, especialistas, estudantes de graduação e pós-graduação.

Para enviar o resumo, não é preciso fazer pagamento. No entanto, para participar do evento, é preciso se inscrever. O período de inscrições inicia em 1º de agosto e segue até 12 de setembro, pelo site do evento. Os valores variam de R$ 60 a R$ 140 reais, de acordo com o tipo de participante: estudantes de graduação e recém-graduados, mestrandos e doutorandos, profissionais, mestres, doutores e pesquisadores.

A organização do seminário é do Grupo de Pesquisa em Práticas Jornalísticas – PráxisJor, fruto da primeira edição do evento, realizada em 2015, que é vinculado ao Curso de Jornalismo e ao Programa de Pós-graduação em Comunicação (PPGCOM) da Universidade Federal do Ceará (UFC).

A edição 2018 do PráxisJor conta com a parceria do Centro de Pesquisas em Comunicação e Trabalho (CPCT-USP), do GEMINI – Grupo de Estudos de Mídia – Análises e Pesquisas em Cultura, Processos e Produtos Midiáticos (UFRN), do Observatório da Ética Jornalística – objETHOS (UFSC), do Grupo Natureza e Transformações do Jornalismo (UnB), do Grupo Jornalismo e Mundo do Trabalho (FIAM-FAAM), Grupo de Pesquisas em Comunicação, Economia Política e Diversidade (Comum-UFPI) e do Grupo de Pesquisa Jornalismo, Conhecimento e Profissionalização – O conhecimento no Jornalismo (UEPG).

INFORMAÇÕES

Chamada de trabalhos

Quando: 22 de junho a 07 de agosto
Envio para: praxisjor.ufc@gmail.com
Quanto: Inscrições de R$ 60 a R$ 140
Para mais informações clique aqui

 

Valores de inscrições

Período 1 – de 1º a 30 de agosto

Estudantes de graduação e recém-graduados (até um ano): R$ 60,00
Mestrandos e doutorandos: R$ 90,00
Profissionais, mestres, doutores e pesquisadores: R$ 120,00

Período 2 – De 31 de agosto até o final do evento

Estudantes de graduação e recém-graduados (até um ano): R$ 70,00
Mestrandos e doutorandos: R$ 100,00
Profissionais, mestres, doutores e pesquisadores: R$ 140,00

Envio dos trabalhos completos

22 de agosto a 10 de setembro

Orientações para resumos estendidos

  • Os textos devem ser enviados em formato Word ou Libre Office.
  • A extensão mínima do resumo é de 4.000 (quatro mil) caracteres e a máxima é de 5.000 (cinco mil) caracteres.
  • Imagens, se utilizadas, devem ser inseridas no corpo do resumo, em formato .jpg ou .png.
  • No resumo, devem ser apresentados o problema e o objeto de pesquisa, autores e referencial teórico utilizado, metodologia e delimitação do corpus. Além disso, devem constar as referências utilizadas e resultados preliminares.
  • Os resumos/artigos devem ser inéditos, isto é, não podem ter sido apresentados em outros congressos e/ou publicados em revistas acadêmicas.
  • Aplicam-se as normas da ABNT à formatação dos resumos.
  • Devem constar título (com rodapé indicando o GT para o qual o trabalho está sendo submetido), subtítulo (quando houver), nome dos autores (com rodapé biográfico indicando titulação, instituição de origem e email), o texto do resumo, 3 a 5 palavras-chave em português brasileiro e referências bibliográficas.
  • O texto deve ser encaminhado para o e-mail do II PráxisJor (praxisjor.ufc@gmail.com), indicando no assunto do email em qual GT o texto será apresentado.

 

Dúvidas poderão ser esclarecidas também através do e-mail praxisjor.ufc@gmail.com.

ULEPICC-Brasil abre chamada de trabalhos para seu 7º Encontro

Está aberta, até 31 de agosto de 2018, a chamada de trabalhos para o VII Encontro Nacional da ULEPICC Brasil 2018 da União Latina da Economia Política da Informação, da Comunicação e da Cultura, a ser realizado de 28 a 30 de novembro em Maceió-AL.

Sob o tema geral “Os 30 anos da EPC e o Brasil pós-golpe”, o encontro reunirá estudiosos e pesquisadores do Brasil para discutir a formação e desafios deste campo disciplinar em nossa sociedade, bem como sua contribuição para a construção de um pensamento crítico no campo da Comunicação, da Informação e da Cultura.

Aceita-se trabalhos em duas modalidades: estudantes de graduação enviarão trabalhos para a Jornada de graduandos, com apresentação de pôsteres no evento; e demais pesquisadores a partir das sessões dos grupos temáticos.

Os interessados deverão enviar resumo expandido, de 400 a 500 palavras, salvo em PDF, seguindo as normas do Template_ULEPICC-BR, tendo como nome do arquivo o número do GT (“JG” para Jornada de Graduandos) e o sobrenome do autor ou autores (ex. GT1_SANTOS), para o e-mail ulepicc.br@gmail.com.

O parecer sobre o aceite ou a recusa do trabalho será enviado para o e-mail do autor/autores até duas semanas após o final do prazo de submissão de artigos.

Depois do evento, os coordenadores de GT selecionarão os melhores resumos para publicação como artigo completo em ebook a ser lançado em 2019.

Grupos de Trabalho

GT1 – Políticas de comunicação
Coordenação nacional: Profª. Drª. Eula Cabral (FCRB – MinC)

Ementa: Objetiva estudar as ações de agentes públicos e privados relativas ao processo de regulamentação da mídia em suas diversas fases. Envolve a definição do conjunto de normas, princípios, deliberações e práticas locais relacionadas com a administração, organização e funcionamento do conjunto do sistema comunicacional. Analisa os processos e estratégias locais, regionais e internacionais dos conglomerados de comunicação e seu impacto e influência nos governos e na sociedade. Além disso, a concentração das comunicações e telecomunicações no Brasil.

GT2 – Comunicação pública, popular ou alternativa
Coordenação nacional: Prof. Dr. Fernando Oliveira Paulino (PPG-FAC-UnB)

Ementa: Contempla investigações sobre a comunicação desenvolvida no âmbito dos movimentos sociais, etnoculturais, dos sindicatos e organizações populares em geral, bem como aquela ligada ao serviço público. Aborda todo tipo de comunicação movida por objetivos sociais e de promoção da cidadania, atuantes em oposição à acentuada mercantilização da mídia.

GT3 – Indústrias midiáticas
Coordenação nacional: Prof. Dr. Marcos Dantas (UFRJ)

Ementa: Enfoca a rede institucional dos produtos comunicacionais que ligam a criação, produção, circulação, organização e comercialização de conteúdos de natureza cultural, informativa e de entretenimento. Engloba os processos industriais que envolvem televisão, cinema, rádio, internet, publicidade, produção editorial, indústria fonográfica, design, artes e espetáculos.

GT4 – Políticas culturais e economia política da cultura
Coordenação nacional: Profª. Dra. Verlane Aragão Santos (PPGCOM-UFS)

Ementa: Abriga pesquisas que retratam o papel econômico, político e sociológico que o campo da cultura e das artes assume na sociedade contemporânea. De um lado, engloba discussões sobre a atuação do Estado, da participação da sociedade e do mercado nesta relação, bem como os mecanismos de financeirização da cultura e das artes. De outro, debate a industrialização e mercantilização da cultura e sua implicação na dinâmica atual do capitalismo.

GT5 – Teorias e temas emergentes
Coordenação nacional: Prof. Dr. Carlos Figueiredo (UFS)

Ementa: Acolhe os trabalhos de fundamentação a partir da matriz teórica da Economia Política da Comunicação e da Cultura, suas distintas vertentes e perspectivas metodológicas bem como os estudos comparativos e relacionais entre a Economia Política da Comunicação e outras correntes teóricas da comunicação e de outras disciplinas.

GT 6 – Epistemologia da Informação, da comunicação e da cultura
Coordenação nacional: Prof. Dr. César Ricardo Siqueira Bolaño (PPGCOM/PPUFS)

Ementa: estudos epistemológicos sobre informação, comunicação e cultura; epistemologia da Ciência da Informação, da Comunicação e dos Estudos Culturais; interdisciplinaridade e transdisciplinaridade entre os campos; disputas epistemológicas como disputas políticas, dentro dos campos e entre eles.

GT7- Estudos Críticos em Ciência da Informação
Coordenação nacional: Prof. Dr. Marco Schneider (PPGCI-IBICT/UFRJ e PPGMC-UFF)

Ementa: economia política da comunicação científica; classificações, organização do conhecimento e ideologia; informação, conhecimento e valor; vigilância digital e luta de classes; regime de informação e hegemonia; competência crítica em informação e alienação.

Sobre o evento

O 7º Encontro da ULEPICC-Brasil ocorrerá de 28 a 30 de novembro, no Campus A.C. Simões da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), em Maceió. Sob o tema geral “Os 30 anos da EPC e o Brasil pós-golpe”, o encontro reunirá estudiosos e pesquisadores do Brasil para discutir a formação e desafios deste campo disciplinar em nossa sociedade, bem como sua contribuição para a construção de um pensamento crítico no campo da Comunicação, da Informação e da Cultura.

O evento será composto por 5 (cinco) painéis temáticos e pelas sessões de apresentação de trabalhos, divididas em 7 (sete) grupos de trabalhos (GTs): Políticas de Comunicação; Indústrias Midiáticas; Comunicação Pública, Popular ou Alternativa; Políticas Culturais e Economia da Cultura; Teorias e Temas Emergentes; Epistemologia da Informação, da comunicação e da cultura; Estudos Críticos em Ciência da Informação. A programação inclui ainda um espaço voltado para estudantes de graduação, na modalidade de pôsteres – Jornada de Graduandos.

O pagamento da inscrição deve ser realizado a partir do site da entidade http://ulepicc.org.br/, com mais informações em breve do passo a passo de como proceder. Os valores variam de acordo com algumas categorias, que apresenta-se a seguir:

– Até 20/10
Profissionais, professores e pesquisadores sócios adimplentes da Ulepicc: R$ 100,00
Profissionais, professores e pesquisadores não sócios da Ulepicc: R$ 150,00
Estudantes de mestrado e doutorado sócios adimplentes da Ulepicc:R$ 25,00
Estudantes de mestrado e doutorado não sócios da Ulepicc: R$ 50,00
Estudantes de graduação e especialização: R$ 25,00

* Estudantes atendidos por bolsa social, em suas respectivas instituições de ensino, serão isentos da taxa de inscrição após envio da declaração de isenção e documentação comprobatória para o e-mail ulepicc.br@gmail.com, até o dia 20 de outubro.

– Após 20/10
Profissionais, professores e pesquisadores sócios adimplentes da Ulepicc: R$ 150,00

Profissionais, professores e pesquisadores não sócios da Ulepicc: R$ 200,00
Estudantes de mestrado e doutorado sócios adimplentes da Ulepicc: R$ 50,00
Estudantes de mestrado e doutorado não sócios da Ulepicc: R$ 100,00
Estudantes de graduação e especialização: R$ 50,00

 

Estão Abertas as Inscrições para a Intercom 2018

Estão abertas, até o dia 10 de julho, as inscrições para o 41o Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom). Os interessados em submeter trabalhos devem pagar a taxa de inscrição até o dia 6 de julho. Os aceites dos trabalhos serão divulgados até o dia 31 de julho de 2018. O evento conta com um Grupo de Trabalho em Economia Política da Informação, Comunicação e Cultura.

O evento vai acontecer na Universidade da Região de Joinville (Univille), na cidade de Joinville, Santa Catarina, entre os dia 2 e 8 de setembro. O tema do congresso esse ano será “Desigualdades, Gênero e Comunicação”.

A chamada de trabalhos pode ser encontrada aqui

O calendário de inscrição e submissão de trabalhos pode ser acessado aqui

As normas estão disponíveis aqui

O evento conta com um Grupo de Pesquisa em Economia Política da Informação, Comunicação e Cultura.

Ementa do GP:

A centralidade econômica e política que a informação, comunicação e cultura ganharam no processo de valorização capitalista tem colocado novos desafios políticos e epistemológicos aos agentes sociais que lutam por uma sociedade mais democrática e inclusiva. Acreditando que a apreensão e análise dos fenômenos comunicacionais e culturais contemporâneos ultrapassam os claustros disciplinares tradicionais e que até mesmo as decisões econômicas só podem ser compreendidas a partir de uma abordagem interdisciplinar e heterodoxa, a Economia Política da Comunicação e da Cultura (EPC) se constitui, metodologicamente, como um instrumento capaz de pôr em interação diversos campos disciplinares como a Economia, a Comunicação, a Ciência da Informação, a Sociologia, a Ciência Política, a Filosofia e os Estudos Culturais Críticos.

Este GP propõe ser um fórum de debate e reflexão entre os investigadores e profissionais destes campos disciplinares no sentido de formar matéria crítica necessária à apreensão e análise de tais fenômenos, tais como as políticas de comunicação, de cultura e de informação, a transversalidade da cultura e da comunicação, a convergência tecnológica e a digitalização dos meios eletrônicos, a expansão e novas configurações das indústrias culturais e criativas, a privatização do conhecimento, o desenvolvimento de todas as formas de capital intangível, as culturas digitais, as questões éticas e políticas da informação e demais temas que têm emergido ao longo dos últimos anos.

Palavras-chave:
Comunicação, Informação, Cultura; Economia política da comunicação e da cultura; políticas de comunicação, de informação e de cultura; capitalismo, democratização da sociedade e novos mundos possíveis.

Coordenadora
Profa. Dra. Anita Simis (anitasimis@gmail.com)

Intervozes Realiza Seminário sobre Monopólios Digitais

 

O Intervozes, Coletivo Brasil de Comunicação, realiza, na próxima quinta-feira (10/05), o “Seminário Monopólios Digitais: Concentração e Diversidade na Internet”. O evento acontece das 13h30 às 19h30 na sede do Sindicato dos Engenheiros do Estado de São Paulo, localizado na Rua Genebra, 25.

Durante, o evento será apresentada a pesquisa que deu origem ao site Monopólios Digitais (aqui), que entrará no ar na próxima quinta-feira. O estudo realizado pelo Intervozes partiu da análise dos aplicativos mais baixados, sites mais acessados, páginas de Facebook mais seguidas e canais de Youtube mais populares do país.

O seminário contará com a presença de especialistas e produtores de conteúdo para debater o cenário da Internet brasileira e o seu impacto na pluralidade de vozes presentes no debate público.

O seminário será organizado em 3 mesas:

13h30 – Monopólios digitais em uma Internet em mutação
– Jonas Valente – integrante do Intervozes e um dos autores da pesquisa
– Sérgio Amadeu – Integrante do Comitê Gestor da Internet no Brasil e professor da UFABC
– Raíssa Galvão – integrante da Mídia Ninja

15h30 – Impactos da concentração na liberdade de expressão
– Leonardo Sakamoto – jornalista e blogueiro
– Natália Néris – pesquisadora do InternetLab
– Renata Mielli – Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação

17h30 – Concentração e concorrência na Internet no Brasil
– Marina Pita – integrante do Intervozes e uma das autoras da pesquisa
– Vinícius Marques de Carvalho – ex-presidente do Cade
– João Brant – Observatório Latinoamericano de Regulación, Medios y Convergencia

Inscrições e mais informações aqui

Ou na página do evento no facebook neste link

 

Revista abre chamada para trabalhos sobre “Tecnologia, Comunicação, Educação e Cognição”

O periódico Brazilian Journal of Technology, Communication, and Cognitive Science (ISSN 2357-7126) está recebendo, até o dia 29 de abril de 2018, trabalhos que tratem das temáticas envolvendo “Tecnologia, Comunicação, Educação e Cognição” para número especial.

O Aviso de aceite ou recusa do paper enviado será enviado aos autores até o dia 29 de maio de 2018. A previsão para publicação da edição especial é julho de 2018. Os artigos podem ser escritos em Inglês ou Português e aqueles que forem selecionados serão publicados no primeiro semestre de 2018. As normas para publicação pode ser acessadas aqui. Os autores devem se registrar nesse link e submeter seus trabalhos aqui.

Pesquisadores interdisciplinares que possuem pesquisas voltadas ao ensino através de tecnologias digitais conectadas, com o uso de recursos didáticos considerando aspectos cognitivos, além de formas inovadoras de ensinar estão convidados a participar.

A publicação é vinculada ao grupo de pesquisa Tecnologia, Comunicação e Ciência Cognitiva (Tecccog) da Universidade Federal do Amapá (Unifap) tem como proposta reunir reflexões teóricas e práticas de aplicações que envolvam os domínios da Tecnologia, Comunicação, Educação e Cognição.

A chamada de trabalhos para esta edição tem como foco: soluções inovadoras em softwares educativos, ferramentas educacionais de baixo custo, alternativas sustentáveis voltadas ao ensino, educação inclusiva, uso de recursos didáticos, metodologias didáticas para maior imersão de professores e alunos, além de temas atuais voltados à NeuroEducação, Pensamento Computacional, Uso de games, Cultura Digital em abordagens multi, inter ou transdisciplinares.

Terão preferência contribuições científicas que abordem alternativas facilmente replicáveis em outros contextos e realidades, com indicação de resultados e demonstração de impacto significativo das tecnologias digitais conectadas nos ensinos fundamental, médio, graduação e pós-graduação.

A Brazilian Journal of Technology, Communication, and Cognitive Science não realiza cobranças para submissão de artigos, bem como para a sua publicação.

Editor convidado
Prof. Dr. Daniel Paiva (UFF)
profdanielpaiva@gmail.com

Lusocom recebe trabalhos para Congresso em Moçambique

Estão abertas as inscrições para a XIII Conferência da Federação Lusófona de Ciências da Comunicação (Lusocom) que acontecerá nos dias 28, 29 e 30 de Novembro, em Maputo, Moçambique. As propostas de trabalho podem ser submetidas até ao dia 20 de maio, através do formulário de envio disponível no site do congresso (aqui). A notificação de aceitação será comunicada até ao dia 15 de junho.

Os trabalhos podem ser apresentados em dezesseis grupos temáticos: Comunicação, Arte e Design, Comunicação e Educação, Comunicação e Representações Identitárias, Comunicação, Informação e Desenvolvimento, Comunicação Organizacional, Comunicação e Cultura, Comunicação Visual, Estudos Culturais e de Género, História dos Média, Indústrias Culturais e Criativas, Jornalismo, Publicidade, Rádio e Televisão, Redes Sociais e Cultura Digital, Sociedade da Informação e Políticas da Comunicação e Sociologia da Comunicação

Os autores devem enviar um resumo de até 500 palavras, acompanhado de título e cinco palavras-chave; e têm até o dia 31 de janeiro de 2019 para entregarem os textos completos para que façam parte das atas do evento.

As inscrições podem ser feitas até o dia 30 de setembro com tarifas promocionais (100 € ou U$ 125 para pós-graduandos e professores, e 50 € ou U$ 65 para graduandos). Após esse prazo as tarifas aumentam de preço e as inscrições podem ser feitas até o dia 15 de novembro com tarifas mais altas (150 € ou U$ 180 para pós-graduandos e professores, e 75 € ou U$ 95 para graduandos).

O tema desta edição é “Comunicação e Informação para o Desenvolvimento”, reconhecendo que a comunicação e a informação são, historicamente, instrumentos impulsionadores de mudanças, da busca da paz e de desenvolvimento das sociedades.

Neste âmbito, a organização convida os investigadores de todos os países lusófonos a contribuir para o debate com trabalhos que se inscrevam nessa perspetiva. Serão bem acolhidas propostas de trabalho que, em cada grupo temático, tenham presente estes temas e os discutam na perspetiva da Lusofonia.

A organização do evento está a cargo da Associação Moçambicana de Ciências da Informação e da Comunicação (Acicom) e conta com apoio da Sopcom e Intercom.

Chamada para IV Congresso Latino-Americano de Ouvidorias das Audiências de Mídia

Em 30 e 31 de outubro, a Universidade de Brasília sedia o IV Congresso Latino-Americano de Ouvidorias das Audiências de Mídia. A chamada de resumos, em português ou espanhol, vai até o dia 20/10.

A programação conta com a participação diversificada de palestrantes nacionais e internacionais como Laurindo Leal Filho, Joseti Marques, Caio Tulio Costa, Rafiza Varão, Madalena Oliveira, Liziane Guazina, José Eduardo Elias Romão, Luiz Martins da Silva, Marcelo Beraba, Cynthia Ottaviano, Beatriz Solis, Gabriel Sosa Plata, Lucy Garza, Nathalia Rojas Zuñiga e Adriana Solórzano.

Junto com as palestras e debates, há espaço para apresentação de trabalhos científicos desenvolvidos por doutores, doutorandos, mestres, mestrandos e profissionais e uma jornada dedicada a graduandos.

Para isso, a Comissão Organizadora do Congresso aguarda até 20/10 a submissão de resumos em português ou em espanhol de 300 a 500 palavras enviados no corpo de mensagem para o e-mail:congressooid2017@gmail.com

No título da mensagem, deve haver a indicação de um dos Grupos de Trabalho abaixo relacionados:

A) GT 1 Comunicação e Participação

Dedicado a trabalhos que debatam os mecanismos e possibilidades de participação das(os) usuários de veículos de comunicação na gestão e/ou nos rumos dos meios

B) GT2 Comunicação e Cidadania

Dedicado a trabalhos que façam uma reflexão sobre direitos e deveres dos veículos de comunicação e dos seus usuários, levando como uma das principais referências o Direito à Comunicação

C) GT3 Comunicação e Direito de Acesso a Informação

Dedicado a trabalhos que façam uma conexão entre o papel que deve ser realizado e é desenvolvido pelos veículos de comunicação na promoção do direito à informação dos profissionais e dos(as) usuários

D) GT4 Comunicação, Accountability e Prestação de Contas

Dedicado a trabalhos que façam balanços de experiências de Instrumentos de Prestação de Contas, tais como Ouvidorias, serviços de ombudsman, Defensorias, Conselhos de Leitores etc desenvolvidos por veículos de comunicação

No intuito de oferecer a maior participação possível, não haverá cobrança de taxa de inscrição no evento.

A realização do IV Congresso Latino-Americano de Ouvidorias das Audiências de Mídia em Brasília pretende estimular o debate e a análise de experiências de mediação entre público e veículos de comunicação.

O evento dá continuidade a atividades desenvolvidas anteriormente em outros países latino-americanos pela Organização Interamericana de Defensorias de Audiências e promove diálogo e cooperação que contribuem com a cultura de participação e com a produção científica entre os participantes desta atividade acadêmica ligada diretamente à interação, ao diálogo e à inovação.

Organizar o IV Congresso Latino-Americano de Ouvidorias de Audiências de Mídia no Brasil se mostra ainda mais necessário em função da atual situação sociopolítica no país e, como base e consequência, do debate sobre ética, liberdade de expressão, direito de resposta e prestação de contas. A participação de especialistas nacionais e internacionais pretende contribuir com o aprimoramento da relação público-mídia no Brasil.

Atividades com pesquisadores da EPC no Congresso da IAMCR 2017

Iniciado neste domingo (16), o congresso anual da AIERI/IAMCR (Associação Internacional de Estudos e Investigações sobre a Informação) terá duas atividades com pesquisadores brasileiros da Economia Política da Comunicação. As atividades do evento, que ocorre em Cartagena – Colômbia, serão nos dias 18 e 19 – com sessão temática de 16 a 20.

1) Apresentação do ebook “Nuevos Conceptos y Territorios de América Latina” programada para terça-feira, 18/7, das 10 às 10h30, no “Terrace Cloister of the Animas” do Centro de Convenções de Cartagena. A publicação foi organizada por Adilson Cabral, César Bolaño, Denize Araujo, Fernando Andacht e Fernando Paulino e já está disponível em: https://eptic.com.br/wp-content/uploads/2017/07/New_concepts_and_territories_in_Latin_America.pdf

2) Sessão Especial “Tradições de Pesquisa em Diálogo: Estudos de Comunicação na América Latina e Europa” programada para quarta, 19/7, das 8h30 às 10h, no Auditório Getsemaní do Centro de Convenções.

Mediador: Fernando Oliveira Paulino, Professor na Universidade de Brasília e Diretor de Relações Internacionais da ALAIC.

Panelistas: Gabriel Kaplún, Professor na Universidad de la República, e diretor científico da ALAIC, Uruguay; César Bolaño, Professor na Universidade Federal de Sergipe e presidente da ULEPICC-Brasil, Brasil; Nico Carpentier, Uppsala University/Free University of Brussels, Sweden/ Belgium; Miguel Vicente-Mariño, Universidad de Valladolid, Espanha; e Leonardo Custodio, pesquisador, Finlândia.

Esta sessão debaterá as perspectivas estabelecidas no livro “Tradiciones investigativas en diálogo: estudios de comunicación de América Latina y Europa” (Media XXI), editado por ALAIC e ECREA. Esta publicação agrupa textos e reflexões do coração da investigación em comunicação e mídia destas duas regiões. Organiza o diálogo entre os autores latino-americanos e europeus nos seguintes temas: a) correntes funcionalistas, b) correntes críticas, c) correntes culturalistas, d) correntes alternativas, e) pós-colonialismo e de-colonialismo, f) correntes feministas. Os textos incluem uma perspectiva histórica, análises detalhadas dos debates de cada corrente, e propostas para o futuro. Quando é pertinente, incluem-se propostas teóricas e metodológicas. Os editores do livro convidaram os autores dos diferentes eixos e regiões a ter um diálogo online, que levou a análises posteriores. Este processo inovativo, que também será analisado, na sessão, busca enriquecer um intercâmbio de idéias entre autores, e dar uma dimensão comparativa ao livro. Esta metodologia pode aplicar-se em outros projetos, incluindo as regiões como América do Norte, América, Ásia, África e Oceania.

Além destas atividades, haverá  apresentações na sessão de Economia Política da Comunicação, que vão de segunda (16) a quinta (20), marcada em lilás na programação a seguir: http://cartagena2017.iamcr.org/programme/

Chamada sobre “Gênero e Comunicação”

Com o tema Gênero e Comunicação, a edição número 135 da revista equatoriana Chasqui (Qualis A2 Comunicação & Informação) está com chamada de artigos aberta até o dia 22 de maio. A proposta é introduzir o gênero e o feminismo no discurso cotidiano por todos os temas que transitam nossa existência.

Os eixos temáticos de interesse da revista são:

– o gênero na trama da comunicação;

– o gênero e a construção de espaços públicos excludentes;

– gênero, economia e finanças;

– gênero e gestão política partidária;

– As crises migratórias a partir de uma perspectiva feminista e de gênero;

– espetacularização da diferença;

– gênero e violência;

– novas masculinidades;

– representação midiática dos corpos  no cinema, telenovelas e reality shows;

As normas para publicação podem ser conferidas aqui.

Para mais informações, acessar a página de convocações no site http://revistachasqui.org/inicio/convocatorias/