Chamada de trabalhos: jornalismo, mídia e política

SURLE

A revista científica internacional “Sobre Jornalismo/ About Journalism / Sur le Journalism” está com chamada de trabalhos aberta para o dossiê “Estudos comparativos sobre jornalismo, mídia e política”. A edição será coordenada pelos professores: Arnaud Anciaux (Université Laval, Canadá), Julián Durazo Herrmann (Université du Québec à Montréal, Canadá) e Liziane Soares Guazina (Universidade de Brasília, Brasil) e o prazo para envio de propostas de artigo (resumos expandidos) se encerra dia 31 de outubro de 2015.

EMENTA

Qualquer análise do jornalismo, da mídia ou da política a partir de uma perspectiva social evidencia numerosos pontos de contato e efeitos cruzados importantes entre os três temas. Estes pontos de contato aparecem tanto nas grandes construções teóricas das ciências sociais como nas reflexões baseadas em trabalhos de campo e nas análises empíricas. Apesar disso, raramente a relação entre jornalismo, mídia e política tem sido estudada de maneira sistemática.

Assim, a análise comparada entre espaços, mundos e sociedades distintas nos parece especialmente apropriada para conectar estes fenômenos e seus contextos. Este projeto se nutre de uma tradição bem consolidada de pesquisas comparadas – seja de maneira consciente ou espontânea – entre diferentes países que tenham produzidos numerosos trabalhos importantes, tanto individuais quanto coletivos. Estes estudos respondem a imperativos acadêmicos diversos que dependem, entre outras coisas, da trajetória e das preferências dos pesquisadores que os realizam. A comparação também é resultado de uma certa economia de pesquisa que procura estabelecer e desenvolver vínculos entre atores sociais e acadêmicos em uma escala internacional.

Esta diversidade de estratégias de comparação pode dar origem a um grande número de questionamentos: quais são os objetos de comparação? Quais são os critérios, os mecanismos e os métodos deste tipo de análise? Entre espaços locais e sociedades nacionais, qual é o âmbito ideal para a comparação? Como se constrói metodologicamente uma análise comparada? Como se fazem inferências e se elaboram generalizações teóricas a partir de uma comparação? Qual é o lugar do debate sobre os métodos quantitativos e qualitativos nesta discussão? Por todos estes motivos, preparamos este número especial da revista Sur le journalisme – About journalism – Sobre jornalismo sobre a análise comparada simultânea ou paralela do papel do jornalismo, da mídia e da política em espaços e sociedades diferentes.

Solicitamos artigos provenientes de todas as disciplinas das ciências sociais e humanas que se interessem pela análise comparada do jornalismo, da mídia e da política. Por isso, os artigos propostos podem abordar os diferentes temas deste número especial das mais diversas maneiras: por exemplo, através do estudo das relações mídia-democracia, da análise dos laços entre os sistemas de mídia e as práticas políticas do jornalismo, do estudo sobre o papel do jornalismo nos processos políticos (como, por exemplo, nas campanhas eleitorais), entre outros. De maneira mais geral, as propostas poderão concentrar-se em um ou outro dos três temas abordados no número, sempre que contribuam para uma reflexão comum. Qualquer que seja a abordagem temática, os artigos devem recorrer explicitamente a um dos diferentes métodos comparativos (comparação stricto sensu de casos distintos, contraste entre diferentes países, perspectiva transnacional, etc.). Também levaremos em consideração perspectivas epistemológicas, teóricas ou metodológicas que abordem os temas deste número especial de maneira original e pertinente.

Para por em marcha este diálogo, as propostas escolhidas poderão basear-se em metodologias qualitativas, quantitativas ou mistas; porém, em qualquer caso, deverão dedicar uma parte importante de sua apresentação para explicar seu posicionamento epistemológico e metodológico. Os estudos de campo deverão oferecer uma contribuição original à análise cruzada do jornalismo, da mídia e da política. É importante que estes artigos discutam de maneira precisa e crítica como mobilizaram seus posicionamentos epistemológicos e metodológicos na pesquisa e assinalem os elementos que lhes permitem elaborar generalizações e análises teóricas. 

SUBMISSÃO

Solicita-se confirmar o interesse de participar do dossiê até o dia 31 de outubro de 2015 por meio do envio de um texto de duas páginas aos coordenadores do dossiê:
arnaud.anciaux@com.ulaval.ca; durazo.julian@uqam.ca; liziane.g@uol.com.br.

Os textos podem ser redigidos em português, inglês,francês ou espanhol. Os artigos, de 30 a 50 mil caracteres (com espaço), devem ser encaminhados até o dia 29 de fevereiro de 2016 aos coordenadores do dossiê.

Sobre jornalismo é um periódico internacional peer-reviewed, de acesso livre, com versões eletrônica e impressa. A revista, editada desde 2012, publica dossiês temáticos e artigos livres. Ela aceita proposições em inglês, francês, português e espanhol.