Chamada de trabalho para dossiê “Estudos de Cultura e Políticas Públicas”

polculturais

A Políticas Culturais em Revista, publicação eletrônica da Rede de Estudos em Políticas Culturais está com chamada de trabalhos aberta até o dia 30 de maio para a primeira edição de 2016 que, além de artigos científicos e resenhas sobre Política Cultural e temáticas correlatas, contará com o seguinte dossiê temático: ORGANIZAÇÃO, POLÍTICA E CULTURA.

Os coordenadores do dossiê são: Eloise Helena Livramento Dellagnelo (Universidade Federal de Santa Catarina), José Marcio Barros (Universidade do Estado de Minas Gerais/Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais) e Rosimeri Carvalho da Silva (Universidade Federal do Rio Grande do Sul).

Ementa

Não foram poucas as transformações ocorridas na última década no campo político, institucional e organizacional da cultura, tanto no contexto internacional quanto nacional. Podemos destacar a importância crescente da cultura nas economias nacionais e nas trocas internacionais; a emergência da economia criativa e financiamentos colaborativos; a reafirmação da importância da cultura na construção de modelos de desenvolvimento includentes e que contribuam para o enfrentamento das desigualdades; o reconhecimento da diversidade cultural e a necessidade de sua proteção e promoção, dentre outras.

No Brasil, deve-se acrescentar também os processos de institucionalização das políticas culturais, com a criação do Sistema Nacional de Cultura; o reconhecimento de grupos socioculturais antes ausentes das políticas públicas; e a consolidação de práticas de participação social. Tais transformações no campo da cultura, impactaram a sua organização em diversos sentidos: os cenários, os ambientes institucionais, os atores sociais, e, consequentemente, as práticas e sentidos políticos e organizacionais também foram afetados.

Este dossiê pretende reunir análises que reflitam sobre política, organização e cultura. Nossas principais inquietações residem nas relações que se estabelecem a partir destas interpelações políticas e econômicas no campo da cultura, tais como: De que modo são dinamizadas as relações de poder? Que espaços são conquistados por novos agentes? Que participação é construída frente a estas novas dinâmicas, espaços e agentes? Que disputas são travadas no campo da cultura? Como elas interferem nas relações entre agentes, grupos, organizações e instituições? De que modo as modificações inseridas no campo por estes interesses recentemente despertados tem interferido nessas relações políticas? Como se organizam as disputas e que práticas de organização tem construído? Esperamos contribuições que se relacionem com estes questionamentos, mas não se limitem a eles e, que abordem a relação entre política, organização e cultura a partir de diferentes abordagens teóricas e epistemológicas. 

Recebimento de artigos: até 30 de maio de 2016, exclusivamente pelo sistema da Revista. As normas para submissão encontram-se em: http://www.portalseer.ufba.br/index.php/pculturais/about/submissions#onlineSubmissions