Chamada de artigos para dossiê “As crises e os processos comunicativos”

mediapolis

Até dia 29 de dezembro, a revista Mediapolis está com chamada aberta para receber artigos focados nos efeitos, modelos, estratégias e atores que assumiram e assumem forma na relação entre a comunicação e os diversos processos de crise econômica, política e social, tanto em Portugal como noutros pontos do Mundo.

Ementa

O final da década de 2000 marcou o início de um processo de transformações e convulsões políticas, econômicas e sociais que atravessaram fronteiras. Resultado do colapso dos mercados financeiros, por todo o mundo ficou clara uma célere profusão de cenários de falência empresarial, bancarrota de países e demissões coletivas. Como resposta, multiplicaram-se os contextos de contestação social, que conheceram novos modelos de ação e novos atores. Paralelamente, no Norte de África e Médio Oriente, o acordar de uma primavera de convicções e ideais foi acompanhado pelo despertar de novos grupos e pela promoção de novas tensões, cujo desfecho é patente na proliferação de contextos de conflito, na exterminação das bases culturais dos seus povos e na gênese de uma crise humanitária paradigmática. Como corolário da promoção de tensões políticas, a América do Sul viu-se tomada por uma série de crises políticas que subsistem atualmente.

Inserida num quadro de constante atualização tecnológica e, ela própria, refém de uma conjuntura de crise, a comunicação assumiu um papel central no desenrolar de cada um destes processos. No lugar de narrativa dos acontecimentos, viu novos modelos de jornalismo tomar lugar e o surgimento de novas fontes e de novas práticas, na organização dos diferentes eventos; viu surgirem novas estratégias e novos meios; e, na contingência e resolução de riscos e ameaças, viu surgirem novas ferramentas e novas problemáticas.

No sentido de fomentar um debate mais alargado sobre estas questões, a revista Mediapolis – Revista de Comunicação, Jornalismo e Espaço Público vai promover um número dedicado à temática central “As crises e os processos comunicativos”, para o qual convida todos os investigadores a submeterem artigos focados na matéria. Desta forma, serão privilegiadas as contribuições teóricas ou metodológicas, estudos de caso ou outras investigações que forneçam ferramentas para a criação de conhecimento sobre

– os efeitos,

– os modelos,

– as estratégias

– e os atores que assumiram e assumem forma na relação entre os diferentes processos comunicativos, em que se compreende

– a informação e o jornalismo,

– a comunicação organizacional,

– a publicidade

– ou as relações públicas,

e os diversos processos de crise econômica, política e social.

Esta chamada encontra-se aberta até o dia 29 de dezembro de 2016. Os artigos deverão ser enviados para o e-mail revmediapolis@gmail.com. As normas de formatação e redação poderão ser encontradas no seguinte link: tinyurl.com/normasmediapolis.

Revista

Mediapolis – Revista de Comunica­ção, Jornalismo e Espaço Público é uma revista do Grupo de Investigação de Comunicação, Jornalismo e Espaço Público (GICJEP), do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX (CEIS20), da Universidade de Coimbra. Com a presente edição, pretendemos dar relevo público a um projeto de investigação que reúne um grupo de investigadores de várias áreas disciplinares, mas que encontram nas Ciências da Comunicação o seu polo comum de estudo e pesquisa. O projeto assume como principal preocupação a investigação da comunicação, do jornalismo e do espaço público, não como áreas disciplinares e de saber estanques, mas como problemáticas socialmente relevantes e relacionadas, numa perspetiva científica e crítica.