Chamada para dossiê “Comunicación, sociedad civil y cambio social”

cabecera

A Revista Científica de Comunicación y Educación – Comunicar está com chamada aberta até o dia 30 de setembro para artigos em inglês e espanhol  para a segunda edição de 2016, cujo dossiê será dedicado ao tema “Comunicación, sociedad civil y cambio social”.

«Comunicar» (Qualis A1 CSA 1) é uma revista científica de âmbito ibero-americano que pretende fomentar a troca de ideias, a reflexão e a investigação entre dois âmbitos que se consideram prioritários para o desenvolvimento dos povos: a educação e a comunicação. Investigadores e profissionais do jornalismo e da docência, em todos os seus níveis, têm neste meio uma plataforma para fomentar a comunicação e a educação como eixos neurálgicos da democracia, da consolidação da cidade e do progresso intelectual e cultural.

Ementa

As injustiças e as desigualdades presentes no sistema-mundo têm provocado que milhares de cidadãos e cidadãs reivindiquem seus direitos através dos movimentos sociais. Especialmente desde 2011 foram reativadas as manifestações cidadãs a nível internacional como a Primavera Árabe, o 15M na Espanha, Occupy nos Estados Unidos e em outros países como Grécia, Turquia, México, Chile ou Brasil, que também tem visto a organização de diversos movimentos de indignação. Neste contexto, este dossiê abarca questões que tocam a educação, a comunicação, a sociedade civil e a mudança social. A edição deste número foi concebida desde uma perspectiva de empoderamento e agenciamento com o objetivo de explorar propostas e alternativas comunicativas pacíficas que desde a sociedade civil contribuam à transformação das injustiças e desigualdades sociais. Referimos-nos a boas práticas e inovações comunicativas que favoreçam a implicação política das pessoas.

Descritores

· Eficácia cultural da comunicação dos movimentos sociais y das ONGs de justiça social;
· Indicadores de eficácia cultural da comunicação nos movimentos sociais e nas ONGs de justiça social;
· De vitimas a indignados: discursos, representações e empoderamento;
· A comunicação dos movimentos sociais, as emoções e a não violência;
· Representação do protesto e não violência;
· O impacto das redes e das lógicas digitais na comunicação da sociedade civil;
· Narrativas transmídia, ativismo e câmbio social;
· O ativismo e os protesto;
· ONG, comunicação e câmbio social;
· Jornalismo cidadão e mudança social;
· Práticas comunicativas do 15M e de outros movimentos comunicativos recentes.

Editores Temáticos

· Dra. Eloísa Nos Aldás, Universitat Jaume I de Castellón, España.
· Dr. Matt Baillie Smith, Northumbria University Newcastle, Inglaterra.

Instruções e envio das propostas

– Normas editoriais: www.revistacomunicar.com/index.php?contenido=normas& idioma=es
– Propostas devem ser enviadas através da Plataforma OJS RECYT: http://recyt.fecyt.es/index. php/comunicar/login